Seguidores

segunda-feira, 2 de maio de 2011

AMIGOS A PEDIDO

Hoje vou postar uma poesia a pedido de uma princesinha que entrou em contato querendo ler um poema sobre amigo.
O que posto a seguir faz parte do novo livro de poesias que deveremos lançar em breve. O texto que antecede a poesia faz referência ao poema por ser este parte de um contexto maior que o próprio mundo da poesia.
Em 2009 quando lancei o livro Sensações Poéticas, o fiz em parceria e ajuda dos alunos do ETEC - Colégio Técnico de Pres. Venceslau/SP. Alunos do ensino médio que, assim como o próprio livro, passaram a fazer parte de Nossas Vidas.
Num dos ensaios veio a inspiração para este poema. Era um momento de reflexão quando divagava sobre o que aconteceria depois que todos os participantes terminassem o ensino médio. Pensava no valor da amizade sincera e da sabedoria de conquistar e eternizar uma amizade como fruto de relacionamentos felizes.
O texto que antecede o poema faz uma reflexão e foi lido no final do SARAU como forma de homenagea-los.



A Vida sempre nos foi apresentada em ciclos.

Ciclos estes que passamos mudando o rumo das coisas, como se virássemos a página da vida.
Hoje estamos aqui findando mais um ciclo, virando mais uma página
Mas o que acontecerá com cada um de nós? Para onde iremos e onde será que estaremos daqui a 5, 10 anos?
Não sabemos . .!!
A única coisa que podemos ter certeza é que nossas vidas se separam aqui.
A partir do próximo ano cada um irá buscar seus sonhos, mais maduros iremos galgar novos horizontes, uns se empregando em outras cidades, outros ingressando em faculdades fora do município, de forma que acabarão por fazer suas vidas longe daqui.
Mas uma coisa sempre estará guardada no coração. . . Todos os momentos que vivemos juntos como amigos do ensino médio.
Na verdade, acho que nunca esqueceremos dos dias que compartilhamos. Cada um, ao seu modo, lembrará para sempre do seu melhor amigo, do grande professor, da menina mais bonita, do rapaz mais safado, enfim.
A grande verdade é que todos sempre lembraremos uns dos outros estejamos onde estivermos.
Este poema fala disso...representa exatamente estes momentos e por isso gostaria de ler a vocês.
Ele se chama “AMIGOS”. Diz mais ou menos assim: . . . . .




A M I G O S

Os amigos que encontramos na Vida
São mais que simples motivos
para as terríveis despedidas.

São companheiros eternos
Estimados ajudadores
De tempos paternos.

São capital preciso
Ali, em carne e osso
sempre nos socorrendo
com desvelo e esforço
mesmo que a nós pareça
que aquilo seja o fundo do poço.

Quero lembrar por toda minha vida
Dos amigos de outrora
Alguns de vida perdida
Outros espalhados pelo mundo a fora.

Levarei –os no peito
Ao lado deste velho coração
Que hoje, meio sem jeito,
A eles reverencia com todo respeito

Sou seu amigo.
E mesmo olhando em volta
Percebendo que comigo não está
Envio a ti uma mensagem pelo vento
 Pois ele sim . . . um dia . . .
. . .Certamente o achará.

LUCIANO ESPOSTO

Um comentário:

  1. Que galera mais bonita essa!!!

    Luciane Esposto

    ResponderExcluir